29 dezembro 2010

My First Christmas in USA

Enfeite de Natal da sala da Kathy
Na sexta-feira [24/12] o dia foi normal. Neve, ficar em casa tomando chocolate quente e ajeitando os presentes em baixo da árvore. Até parece coisa de filme, né!? A Kathy me perguntava toda hora se eu estava ansiosa para abrir os presentes mas, eu disse para ela que nunca tinha passado por isso. Pelo menos lá em casa, é um presente para cada um e olhe lá.
Our Christmas Tree!
De noite fomos para outra cidade, jantar na casa de uma das irmãs de Kathy. Lá sim, eu senti que o Natal estava mesmo começando. Toda aquela grande família reunida, tios gordões, tias gordonas, primos, sobrinhos, cachorro e tudo mais que faz parte de uma boa e tradicional família americana.
Tender, sopa de batata [uma delícia], patês, muitos salgadinhos e conversas engraçadas.
Acho que o mais mágico é a hora de abrir os presentes pois todo mundo fica mais animado e senta ao redor da Árvore. Todos fazendo piadas, se abraçando e lendo as TAGs para ver de quem é o presente e tentando adivinhar o poderia ser.
Por alguns momentos eu senti vontade de chorar, queria estar perto dos meus pais, do meu cahorro, do meu namorado... enfim. Sabe quando você para e observa toda aquela agitação, aquela multidão, aqueles gritos e tudo começa a ficar em câmera lenta e você se sente solitário?!!! Me peguei nesse tipo de sentimento mas, logo isso foi interrompido pela voz engraçada da irmã da Kathy, uma senhora corpulenta e carinhosa. Ela não sabe pronunciar meu nome direito: "shintchá" "shintchá"... Logo eu sai daquele devaneio e notei que ela queria me entregar presentes.
Fiquei quase sem reação, perguntei se era brincadeira mas, disse que não. Agradeci, fiquei sem jeito...

No dia seguinte, abrimos os presentes aqui de casa. Nunca ganhei tanta coisa. Apesar dos presentes e do carinho que a Kathy e sua família tem por mim, aqueles devaneios de estar com minha família, de poder abraçar e sentir gente querida há muito tempo, isto eu não pude sentir.

Não estou triste. Apenas me sinto incompleta longe das pessoas que amo. Acho que vocês entendem, né?! Estou me agarrando aos carinhos da Kathy mas, só eu sei que meu Natal será completo quando poder abraçar minha família e dar um beijão nele.

Feliz Ano Novo para todos nós!

11 comentários:

  1. Oi Cih
    Que linda a foto do bonekinho =)
    rsrs
    Acho que entendo perfeitamente o q vc sentiu...
    por mais mágico e por mais q tdo akilo fosse novidade pra vc... é mto importante a gt tah do lado de qm a gt ama

    Eu já passei reveillons longe de meu namorado e achava deprimente.. ficava tão triste!!

    Mas curta muito ^^ Logo mais vc estará entre os q vc ama ^^
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olha eu no seu lugar sentiria a mesma coisa, sou uma pessoa muito FAMILIA...E da pra perceber na foto em que você esta perto da árvore de natal, com uma carinha de triste.
    Mas a vida é assim , as vezes pra conseguirmos alcançar um objetivo temos que abrir mão de coisas que gostamos como estar ao lado das pessoas que amamos...mas no seu caso é algo temporario né, logo você verá a todos.

    Bejos, e um 2011 cheio de alegrias pra você.

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito da sua viagem e achei lindo o lugar!

    ResponderExcluir
  4. Ai Cih! Que coisa mais fofa, eu quero fazer natal assim quando casar e tiver meus filhos! kkkkkkk da saudade de quem agente ama mas lembra que eles estao pensando em voce e torcendo pra que voce volte logo!

    Beijos e otimo 2011 para nós! :D

    ResponderExcluir
  5. Cih,
    Entendo o que você sentiu.
    O Natal é mágico, lindo, feliz..mas é uma data em que a presença da familia é essencial.
    Tenho certeza que embora você não estivesse fisicamente ao lado deles, todos vocês estavam juntos numa vibração de amor que ultrapassa e vence todas as distancias.
    Beijooosss

    ResponderExcluir
  6. Eeeh, Cih!

    Bateu a saudade né? Você vai ver, quando você voltar a sensação de abraçar suas pessoas queridas vai ser ainda mais especial!

    Adorei as meias na foto ao lado da árvore XD

    E eu ri do "tios gordões, tias gordonas", kkkk!

    Kisu ^^

    ResponderExcluir
  7. Essa é a parte difícil: é necessária algumas horas de voo pra poder correr pro colo da mamadi!
    Sabe, vc ta passando por uma experiencia única, mas q não é apenas física, é muito mais emocional. A felicidade de conhecer lugares e culturas novas ficam na balança com a saudade imensa das pessoas q gosta e do idioma fácil de falar, da comida caseira.
    Te admiro mais ainda Cih (sim, é possível)... vc tá tendo uma coragem, q eu não sei se teria. E ainda por cima ta juntando tempo pra contar tudinho pra gnt!
    Feliz ano novo! E qdo voltar, vc vai ter MTA gente doida pra te dar um abarço!
    =**

    ResponderExcluir
  8. OOi colega, q experiencia bacana vc esta passando. Imagino q tem todo esse precesso de adaptação, mas depois vira uma coisa super boa e positiva. Gostaria de fazer o q vc esta fazendo mas pra França ou Quebec por causa do frances, mas isso não sei se sera possivel pra mim.
    Curta muito toda essa experiencia q todas suas leitoras estarão aqui pra torcer pelo seu sucesso ai nos States!

    FELIZ ANO NOVO!!
    Se vc fizesse videos desse seu intercambio seria um sucesso...

    Au revoir!

    ResponderExcluir
  9. CIh, tô adorando essa sua viagem. kk
    Esse diariarinho deixa a gente super interado! ;D

    É ruim mesmo passar o natal longe da familia, mas pense q é uma experiencia, logo vc vai estar debaixo das asas deles novamente.

    Beijao.. feliz 2011.
    Muitas realizaçoes e q vc seja muito feliz! :*

    ResponderExcluir
  10. Oi Cih! Ando longe, mas sempre estou aqui lendo seus posts.
    Sei bem como você se sentiu longe da família... passo isso todos os anos... É triste, deprime... mas passa. Aí quando você realmente pode sentir aquele carinho todo é MUITO mais especial... muito melhor.
    Pode ter certeza que eles tbm sentiram falta de uma pessoinha especial você. Espero que você esteja aproveitando ao máximo a viagem... cada minutinho, sinceramente. :)

    Um maravilhoso 2011, que você seja completa, (mais) feliz, e continue assim especial do jeito que é.

    Você não sabe... mas eu gosto demais de você... sinto muito sua falta... falta que poder te ver... conversar... mesmo que seja pelo MSN. Mas isso fica pra outra hora.

    Beijão!

    ResponderExcluir
  11. que vontade de te dar um abraço!!!! auiehuieh saudades!!

    deve ter sido magico essa experiencia!! todas essas coisas de familia americana...

    ResponderExcluir

Me faça feliz! Comente!